Mulheres unidas trabalham pela igualdade

por: Gabriel Augusto| Fotos: Arquivo da CMN

O ano de 2015 foi marcado por diversas manifestações de movimentos de mulheres, que ficou conhecido como primavera feminista. As pautas foram várias: o direito ao seu próprio corpo, o combate ao machismo no mercado de trabalho (ainda hoje as mulheres recebem menos para exercer os mesmos trabalhos que os homens), pelo Fora Cunha e o enfrentamento a violência doméstica. Algumas daquelas manifestações, como o ato do dia 08 de março, foram noticiadas pelo Infornativo.

Ainda que a luta das mulheres tenha se intensificado, o caminho para superar as desigualdades de gênero é longo, sobretudo em Pernambuco, que ainda lidera os índices de violência contra a mulher. Uma opressão muitas vezes silenciada é a da dependência econômica das mulheres em relação aos homens. No bairro do Cordeiro, uma ONG se dedica a trabalhar para quebrar esta dependência, estimulando a autonomia das mulheres.

A Casa da Mulher do Nordeste, nome da organização não governamental, apresenta como seu objetivo “contribuir para a autonomia econômica e política das mulheres com base no feminismo”. No programa de formação oferecido no Cordeiro, estão contemplados temas que giram em torno da economia solidária, da agroecologia e do próprio feminismo.

A Casa se articula com representações dos movimentos de mulheres do estado, a exemplo do Fórum de Mulheres de Pernambuco e da Rede de Mulheres de Terreiro.

Além da unidade do Cordeiro, a Casa da Mulher possui outra sede no interior de Pernambuco, destinada ao espaço rural.

As atividades realizadas, tanto no Cordeiro quanto na unidade de Afogados da Ingazeira, possuem 3 linhas estratégicas: ações de formação econômica e política, assessoria técnica e social e auto-organização e participação política.

Atos de manifestação e intervenção urbana e rural, passeios pedagógicos, promoção de eventos para arrecadação de recursos filantropicos, seminários e rodas de conversas, são algumas das ações realizadas pela CMN que faz da união destas mulheres o momento para realizar grandes transformações.

Para saber mais informações do trabalho da Casa da Mulher do Nordeste, sede Cordeiro, entre em contato através do telefone (81) 3426 – 0212 ou pelo site http://casadamulherdonordeste.org.br. Para conhecer pessoalmente, a casa fica na Rua Desembargador Brandão da Rocha, 87, Cordeiro – Recife.

Deixe uma mensagem