Maior abrangência e novos serviços da mídia que mais cresce na Região Oeste do Recife

O Infornativo iniciou 2016 ampliando seu alcance na zona oeste do Recife. A publicação, que começou com uma média de 5 mil exemplares, chega, esse ano, dobrar esse número, contando agora com 10 mil impressos.

O alcance do jornal também foi ampliado. No começo, sua distribuição acontecia nos bairros de San Martin, Bongi, Mustardinha e Mangueira. Hoje, já chegamos a Jardim São Paulo, Prado, Estância, Jiquiá e Afogados (onde é distribuído nas proximidades do Café Petinho).

Com tudo isso, o Infornativo ganhou maior notoriedade por parte de novos leitores e também do comercio local.  O jornal aumentou sua cartela de clientes e também implantou uma novidade, que dialoga com o contexto das novas tecnologias da informação – o Catalogoeste.

Situado no site do Infornativo, o Catalogoeste divulga nossos anunciantes na internet, classificando cada um deles de forma organizada, de acordo com o segmento de mercado. Tudo isso aumenta a visibilidade de nossos clientes, uma vez que os acessos ao nosso site vem aumentando a cada dia. Destacamos que é só se tornar anunciante do jornal impresso para ganhar como bônus o direito de publicar também nesse espaço.

Todos esses fatos mostram uma trajetória de ascensão, mas, infelizmente, o sucesso do Infornativo não despertou apenas reações positivas. Já foram relatadas por anunciantes ações cujo objetivo foi claramente caluniar nosso jornal. A história, contada por eles, nos deixou impressionados com a má fé e o jogo baixo desses opositores.

Pelos menos cinco anunciantes informaram ter recebido ligação de uma mulher, que dizia ser da Recita Federal. Ela afirmava que os anunciantes teriam problema com o fisco, se continuassem a anunciar no Infornativo. O jornal seria, segundo ela, uma empresa sem registro fiscal, que estaria, cometendo crime. Calúnia!

Quanto a isso, o Infornativo gostaria de tranquilizar seus clientes.Somos uma empresa registrada e pagamos devidamente nossos impostos. A Calunia fica ainda mais clara, inclusive, na própria atitude da mulher, pois quando nossos anunciantes perguntavam sobre detalhes a respeito da acusação feita por ela, o telefone era desligado subitamente.

Aproveitamos esse espaço, então, para dizer que ações como essas não nos intimidam. Temos confiança no nosso trabalho e nosso crescimento é a prova de que trilhamos o caminho certo.

Passaremos por cima desses problemas e continuaremos com nossa linha editorial, na qual trazemos críticas aos problemas sociais da cidade, sobretudo em relação a zona oeste, abordando questões de urbanidade, trânsito, transporte, serviços públicos e empreendimentos.

Continuaremos também colocando em pauta em nossas colunas os problemas políticos (sem vínculo com partidos ou com políticos profissionais), buscando sempre a imparcialidade e o respeito aos fatos. Também está reservado na nossa linha editorial um espaço relevante para divulgar a cultura, que é riquíssima de expressões em nossa região.

Gostaríamos, também de informar ao leitor sobre um compromisso que assumimos desde nossas primeiras edições. Geralmente quando estamos fazendo a distribuição do jornal, muita gente nos pergunta sobre a construção do Shopping Metropolitano e Ecocity Jiquiá.

O Infornativo continua atento ao andamento do empreendimento. Já faz algum tempo que não publicamos novidades sobre o assunto, porque o processo está aparentemente paralisado.

Segundo apuramos com moradores da região, há pelo menos seis meses não há movimentação na obra do Shopping Metropolitano, tanto com relação aos trabalhadores quanto com relação aos empreendedores responsáveis. Essa paralisação se deve, provavelmente, à complexidade do empreendimento, que envolve processos de desapropriação e de licenças ambientais.

Agradecemos,por fim, à confiança de todos que fazem parte da rede de relações do Infornativo, desde o leitor ate os anunciantes. Vocês fazem parte de uma cadeia que possibilita construirmos uma comunicação local.

Deixe uma mensagem