Ciclovias são ultilizadas como estacionamento em San Martin

por: Nativo

Ser ciclista numa cidade como Recife não é fácil. A estrutura para ele se movimentar é mínima e o poder público não parece muito interessado em investir na bicicleta como meio de transporte, mas somente como algo ligado ao lazer. Tanto é que somente em domingos e feriados são improvisadas “ciclofaixas” no Recife Antigo e entorno para a circulação desse veículo. Muito pouco, principalmente se levarmos em consideração que a bicicleta vem se transformando num meio de locomoção valioso num ambiente onde o número de carros só aumenta, e com isso, vêm os eventuais transtornos no trânsito.

Mas, como já dito, não está fácil pedalar por aqui. Temos um número baixissimo de ciclofaixas, e as poucas que existem são, geralmente, tomadas por carros. Isso sem contar na própria segurança do ciclista, uma categoria tão estigmatizada no trânsito quanto a do motoqueiro. Não raro, todo tipo de desrespeito é cometido, causando, obviamente, vários acidentes, que poderiam ter sido evitados com uma atitude mais prudente dos motoristas de carros.

ciclofaixa_estacionamento_carros

Mesmo com as dificuldades, o movimento das chamadas “bicicletadas” está crecendo em adeptos, e com isso, vários eventos como o do coletivo Massa Crítica https://www.facebook.com/events/1401644963392628/?ref=ts&fref=ts, ocorrido na última sexta, dia 3, são cada vez mais frequentes. As bicicletas estão aí como uma alternativa viável. Basta serem incorporadas definitivamente ao cotidiano da cidade.

Deixe uma mensagem